quarta-feira, 22 de novembro de 2017

CME Aprova Calendários 2018

Conselho Municipal de Educação aprova calendários 2018.




MOSTRA DE CONHECIMENTOS – CMEI SÃO PEDRO

No sábado dia 18/11, foi realizada nas dependências do CMEI São Pedro, a Mostra de Conhecimentos, onde foram expostos os belíssimos trabalhos realizados durante o ano letivo de 2017. A abertura da Mostra contou com a presença, de pais, alunos e educadores para a apreciação das apresentações feitas pelas crianças.




Alguns dos projetos trabalhados:

Projeto: Meio ambiente
Tema: “Bichinhos de jardins”
Turma: Berçário
O tema bichinhos de jardins foi escolhido por ser um assunto relevante e de grande importância, os jardins despertam a atenção das crianças por ser um espaço bonito, colorido e repleto de plantas e povoado por lindas borboletas, abelhas, minhocas, entre outros. Onde por meio de atividades com pintura, colagens, carimbo de mãos e pés proporcionará aos pequenos a vontade de valorizar esse espaço.


Projeto de Linguagem Oral
Tema: “Cantando a gente brinca, brincando a gente aprende”
Turma: Maternal
A turma do Maternal utilizou a música para trabalhar conteúdos e conceitos de forma lúdica, permitindo o desenvolvimento da fantasia e da aprendizagem de forma muito mais prazerosa.

Projeto de Linguagem Oral
Tema: Era uma vez
A história é uma arte de suma importância nas nossas vidas, através dela conhecemos fatos, adquirimos experiências e despertamos o hábito da leitura. Na Educação Infantil ela contribui para a interação e socialização de todos, desenvolve a fala, além de investigar a imaginação e também é a oportunidade que muitas crianças têm de ter contato com livros.


Projeto Meio Ambiente:
Tema: Moradia
Turma: Nível II
Os contos estão envolvidos no maravilhoso mundo das crianças que partem de uma situação concreta para um mundo de magia cheio de vivências significativas, portanto através da história dos Três Porquinhos as crianças tiveram a oportunidade de conhecer vários tipos de moradias, tanto do ser humano quanto dos animais.


Projeto: Meio ambiente
Turma: Nível III
O projeto foi desenvolvido para conscientizar as crianças sobre a importância da reciclagem do lixo, que com essa atitude estaremos cuidando da nossa água e do meio ambiente como um todo. A alimentação saudável também foi trabalhada, onde as crianças plantaram sementes de verduras em recipientes reciclados.






segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Lista de Materiais 2018


Berçário
SUGESTÃO:
Trazer diariamente na bolsa da criança:
1 mamadeira(leite)
1 copinho com tampa (chá)
Roupas de acordo com o clima e quantidade suficiente para o dia (considerando imprevistos)
Sacola Plástica para colocar roupa suja

Para crianças que usam fraldas, trazer diariamente:
Pomada para assadura
Fraldas (4 a 5 unidades)
Lenço Umedecido

1 caderno capa dura 96 folhas
1 pasta com plástico

Maternal
SUGESTÃO:
Trazer diariamente na bolsa da criança:
1 mamadeira(leite)
1 copinho com tampa (chá)
Roupas de acordo com o clima e quantidade suficiente para o dia (considerando imprevistos)
Sacola Plástica para colocar roupa suja

Para crianças que usam fraldas, trazer diariamente:
Pomada para assadura
Fraldas (4 a 5 unidades)
Lenço Umedecido
Para uso durante o ano:
1 caixa de massa de modelar
1 pote com tampa para guardar a massinha
1 caixa de giz de cera
Caderno capa dura 96 folhas
Pasta com plástico
100 folhas de papel sulfite branco
Todo material deverá estar identificado com o nome da criança

Nível I e II
SUGESTÃO:
Trazer diariamente na bolsa da criança:
Roupas de acordo com o clima e quantidade suficiente para o dia (considerando imprevistos)
Sacola Plástica para colocar roupa suja

Para crianças que usam fraldas, trazer diariamente:
Pomada para assadura
Fraldas (4 a 5 unidades)
Lenço Umedecido
Para uso durante o ano:
100 folhas de papel sulfite branco
100 folhas de papel sulfite colorido
1 caixa de massinha
1 pote com tampa para guardar massinha
1 cartolina branca
1 folha papel dupla face
1 folha de papel cartão
1 tubo de cola branca
1 revista para recorte
1 caixa de giz de cera
1 caixa de lápis de cor
Pasta com plástico
1 caderno capa dura 96 folhas

Nível  III e Pré-Escola
SUGESTÃO:
Para uso durante o ano:
100 folhas de papel sulfite branco
100 folhas de papel sulfite colorido
1 caixa de massinha
1 pote com tampa para guardar massinha
1 cartolina branca
1 folha papel dupla face
1 folha de papel cartão
1 tubo de cola branca
1 revista para recorte
1 caixa de giz de cera
1 caixa de lápis de cor
Pasta com plástico
1 caderno capa dura 96 folhas
1 revista para recorte
1 lápis preto/1 borracha
1 tesoura sem ponta
1 penal
1 caderno de desenho
Todo material deverá estar identificado com o nome da criança

LISTA DE MATERIAIS/2018
– 1º ano -
SUGESTÃO

01 caderno de desenho grande
01 caderno de caligrafia
01 caderno quadriculado
03 cadernos de 48 folhas
02 cadernos de 96 folhas
100 folhas de papel sulfite branco
100 folhas de papel sulfite colorido
02 lápis grafite
02 borrachas
01 tesoura sem ponta
01 apontador
01 caixa de lápis de cor 12 cores
02 tubos de cola branca 90g
01 caixa de massinha (colocar em pote com tampa)
01 régua de 30 cm
01 revista para recorte
Obs: Colocar nome em todos os materiais

LISTA DE MATERIAIS/2018 –
- 2º AO 5º ano -
SUGESTÃO
02 Cadernos de 96 folhas
06 cadernos de 48 folhas
01 caderno quadriculado
01 caderno de caligrafia (p/2º, 3º e 4º ano)
01 caderno de desenho grande
100 folhas de papel sulfite branco
100 folhas de papel sulfite colorido
02 lápis grafite
02 borrachas
01 apontador
Canetas: azul e preta (p/ 3º, 4º e 5º ano)
01 caixa de lápis de cor 12 cores
02 tubos de cola branca 90g
01 revista para recorte
01 régua de 30 cm
01 tesoura sem ponta
01 Minidicionário da Ling. Portuguesa, revisado conforme a nova ortografia.  (p/4° e 5° ano)
Obs: Colocar nome em todos os materiais.
LISTA DE MATERIAIS/2018
– 6º ao 9º ano-
SUGESTÃO
06 cadernos de 60 folhas
02 cadernos de 96 folhas
01 caderno de desenho grande
01 caderno quadriculado.
200 folhas de papel sulfite branco
01 cola branca 90g
02 lápis grafite
01 borracha
01 caixa de lápis de cor 12 cores
01 apontador
01 tesoura sem ponta
01 régua de 30 cm
01 tabela periódica atual (9º ano)
01 dicionário de Inglês (opcional)
02 Canetas azuis.
01 caneta preta e vermelha
01 Minidicionário da Ling.
Portuguesa, revisado conforme a nova ortografia. 
01 transferidor e 01 compasso.
Obs: Colocar nome em todos os materiais.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Operações para o Censo Agropecuário 2017 começam em outubro

     A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ressaltaram a necessidade de o produtor participar do Censo Agropecuário 2017 e responder corretamente as perguntas dos pesquisadores nas visitas aos estabelecimentos rurais. O tema foi abordado pelo gerente do Censo Agropecuário, Antonio Florido, durante palestra na sede da CNA. Segundo ele, é “fundamental a participação do produtor porque os dados fornecidos serão utilizados em futuras políticas públicas para a agropecuária”. Todos os estabelecimentos agropecuários do país – estimados em 5,3 milhões de propriedades pelo IBGE -, serão visitados por 18,8 mil recenseadores, do dia 1º de outubro de 2017 até 28 de fevereiro de 2018. Os resultados preliminares serão divulgados entre março e abril de 2018. Florido reforçou que a “veracidade das informações fornecidas será fundamental para um diagnóstico correto” da situação da agropecuária.      As informações prestadas pelo produtor são sigilosas. No questionário elaborado pelo IBGE estarão perguntas como o tipo de produção, as condições de plantio, infraestrutura e mão-de-obra empregada. Ferramenta estratégica O Superintendente Técnico da CNA, Bruno Lucchi, ressaltou que o Censo Agropecuário é a “principal ferramenta que baliza e define as estratégias para a adoção de programas essenciais ao crescimento do setor, fortalecendo a agricultura e a pecuária do país”. A coleta dos dados será digital e, caso algum produtor não receba a visita do pesquisador, poderá procurar o Centro de Informações do IBGE de sua região e solicitar a presença de um recenseador no estabelecimento.



Artigo original da SF Agro: http://sfagro.uol.com.br/censo-agropecuario-2017-participacao-produtor-rural-fundamental/

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Ventiladores no CAE Elias Graboski

Parabéns a APP do CAE PROFESSOR ELIAS GRABOSKI, que não limitou esforços em suas ações para proporcionar mais qualidade e bem estar para os alunos deste Centro de Atendimento ao Estudante.
Chegaram hoje no CAE os ventiladores para as salas de aula. Um sonho muito antigo, que hoje começa a se realizar.


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Halloween CMEI Dona Benta

Neste dia 31 de outubro comemoramos o Halloween ,parabenizamos nossas crianças pelo lindo desfile. Também tivemos a participação das mães e das Especialistas em Educação de Rio Negrinho
que prestigiaram o desfile.





Pais do Adélia da Luz conhecem escola Henrique Liebl

  Na noite de terça-feira, pais de alunos que hoje estudam na escola Adélia da Luz, no interior de Rio Negrinho, estiveram na escola Henrique Liebl, no bairro Jardim Hantschel, para onde seus filhos serão transferidos a partir do próximo ano. A transferência já foi aprovada pelos pais, e dará aos atuais 28 alunos divididos em sete séries a oportunidade de ter um ensino de mais qualidade. Na escola, conheceram a estrutura, a proposta pedagógica, e conversaram com o prefeito Julio Ronconi.
A ideia de transferir os alunos da Adélia da Luz para o Henrique Liebl levou em consideração uma série de fatores, mas como preponderante o fato de poder oferecer um ensino de mais qualidade, já que na atual escola há salas multisseriadas, ou seja, há alunos de várias séries no mesmo ambiente ao mesmo tempo, o que pode prejudicar a assimilação do conteúdo repassado pelo professor. “Ficou claro que a prioridade deve ser sempre a qualidade de ensino. A reestruturação deve fazer parte de um plano maior para melhorar a educação”, ressaltou a secretária de Educação Darli Frota Tândalo.
Julio acompanhou os pais na visita à escola, que puderam ter contato com os vários ambientes escolares, como sala de aula, ginásio de esportes, laboratório de informática, e área externa que é usada para atividades extra-classe. As crianças que acompanharam a visita se empolgaram. “Tenho certeza que esta é a melhor decisão. Para os pais, nesse momento, sabemos que não é fácil saber que seus filhos vão estudar um pouco mais longe, mas eles terão todo o carinho, segurança e atendimentos necessários. O que queremos é o melhor para cada um deles”, destacou Julio.

Quatro gerações
A curiosidade por conhecer a nova escola do pequeno Davi (4 anos) e que estuda no Nível III fez com que, além de sua mãe Luana, fossem também à reunião a avó Juliana e a bisavó Tereza. As quatro gerações tiveram uma certeza, que a mudança é a melhor decisão. “Realmente a escola é muito boa”, ressaltou a avó Juliana.
“No caso, respeitamos a realidade e vamos transferir os alunos para outra escola nucleada. É de suma importância entender que não estamos fechando escola. Está sendo realizado junto aos gestores, especialistas e conselheiros, estudo criterioso que leva em consideração vários fatores. E ao fim desse processo é que vamos ter condições de verificar se haverá a necessidade de alguma mudança, e caso ela ocorra, sempre será pensando no melhor para os alunos”, ressaltou Darli.
A Adélia da Luz conta hoje com 28 alunos, divididos no Nível III com 3 alunos, Pré- escola com 2 alunos, 1º Ano com 7 alunos, 2º Ano com 3 alunos, 3º Ano com 5 alunos, 4º Ano com 4 alunos, e 5º Ano com 4 alunos, e ainda, nove servidores. Um dos itens que também foi analisado foi o fator financeiro da escola. Enquanto a média das demais unidades é de R$ 1.728,45 por aluno, na Adélia da Luz o custo por aluno é de R$ 7.478,08, ou quase cinco vezes maior no mesmo período de 2017.






CMDCA divulga resultado do FIA

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) recebeu a inscrição de onze propostas ao Edital de Chamamento Público 01/2017 – CMDCA/FIA. O exame das propostas recebidas para análise foi realizado pela Comissão de Normas e Registro do CMDCA (Comissão de Seleção), conforme item 6 do Edital, e tinha como objetivo selecionar propostas das organizações da sociedade civil para firmar termo de fomento, objetivando execução de Projetos voltados à promoção, à proteção, à defesa e garantia dos direitos humanos de crianças e adolescentes de Rio Negrinho.
O parecer da Comissão foi apreciado e aprovado pelo Plenário do Conselho em reunião do dia 24 de outubro, na Secretaria Municipal de Assistência Social. Foram habilitadas o Projeto Infância e Cidadania com Respeito (APP EMEBI Dr. Tomas Gasser) e Valorização da Vida: Trabalhando nas minhas perspectivas de vida (APP EMEB Prof. Lucinda Maros Pscheidt).
Não foram habilitadas as propostas: Formar Para a Cidadania, Educar para a Comunicação (APP EMEB Prof. Pedro Henrique Berkenbrock); Música Eletrônica (APP Escola de Música Prof. Valdeci Maia); Programa de Prevenção das Deficiências: Quem Ama Previne (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE); Futebol Feminino do Vila Nova (Projeto Férias de Verão - Grêmio Esportivo Vila Nova); Qualificação e Inserção do Adolescente no Mercado de Trabalho (Associação Empresarial de Rio Negrinho – Acirne); Projeto Psico-Ação (APP EMEB Pref. Henrique Liebl); Espaço Arte Terapia (APP EMEB Prof.ª Selma Teixeira Graboski); Brinquedoteca - Um Espaço Imaginário (APP CMEI Clara Luz).
O Projeto Sustentabilidade da APP CMEI Flor do Campo foi eliminada por não atender as exigências previstas no item 4.2 do Edital. As Entidades cujas propostas não foram habilitadas terão até 1º novembro, para apresentar recursos pessoalmente por meio de Ofício ao CMDCA no endereço rua do Seminário, n° 947, bairro Alegre, (Secretaria Executiva dos Conselhos), no horário das 07h30 às 13h30, com identificação da entidade e número da Proposta. O Edital com o Resultado Preliminar na íntegra estará disponível a partir de 26/10/2017 no site www.rionegrinho.sc.gov.br, link administração - Conselhos Municipais - CMDCA - Editais. Maiores informações na Secretaria Executiva dos Conselhos - 36446049.