terça-feira, 13 de junho de 2017

Pátio da escola Claudio Longen será coberto

     Uma obra paralisada há quase cinco anos finalmente terá um desfecho. O pátio da EMEB Claudio Longen, no bairro Pinheirinho, receberá cobertura e permitirá que os alunos daquela instituição de ensino possam ter um espaço adequado quando não estão em sala de aula, principalmente nestes dias mais frios. A notícia foi dada pelo prefeito Julio Ronconi na manhã desta sexta-feira, quando visitou a escola juntamente com o presidente da Câmara Ronei Lovemberger e a secretária de Educação Cristiane Gelowate Ruckl. A previsão é que a obra inicie já nos próximos dias e até o retorno das férias escolares de julho o trabalho esteja concluído.
     Conforme explicou a secretária, nesta etapa será feita a cobertura do pátio, utilizando a estrutura já existente no local e que está parada há quase cinco anos, quando a empreiteira que realizada as obras abandonou o local. Desde então, em dias de chuva e frio, o intervalo das crianças é nos corredores ou então nas salas de aula. “Este era um dos principais pedidos daquela comunidade, e que agora será atendido. Era uma obra urgente, não é possível deixar as crianças da forma como está”, frisou o prefeito, lembrando que a Claudio Longen é de ensino integral e ao menos um pátio coberto é fundamental para a instituição.
     A secretária de Educação lembrou que em breve as demais melhorias também deverão ser concluídas, como a construção do piso do pátio e o término de duas salas de aula, que igualmente foram abandonadas pela empreiteira. “A cobertura não dá para aguardar mais, por isso vamos priorizar isso e posteriormente faremos o restante”, explicou Cristiane.
     Outro ponto que mereceu destaque pela secretária de Educação é a economia que a obra terá. Inicialmente, para a cobertura e o piso, o orçamento era de R$ 100 mil. Agora, apenas para fazer a cobertura do espaço, deverão ser gastos em torno de R$ 15 mil. Para o piso, estima-se valor semelhante, incluindo drenagem. “Estamos falando numa economia de R$ 70 mil”, ressaltou Cristiane, lembrando que essa redução foi possível graças a um trabalho conjunto entre as secretarias de Educação, Infraestrutura e de Ações Governamentais, que por conta própria já realizaram algumas ações, e farão outras, evitando a contratação de terceiros para o trabalho. “Estamos seguindo a determinação do prefeito, de fazer o máximo com o menor custo, mas sem deixar a qualidade e a segurança do lado. Isto mostra que é possível”, frisou Cristiane.



Nenhum comentário:

Postar um comentário